O que é depressão?

Conhecida como mal do século, a depressão é difícil de entender, seu entendimento vai além de saber sua definição. Por ser um transtorno mental, algo não palpável, que não tem diagnóstico através de exames, dificulta ainda mais esse entendimento. Além de todos os sintomas serem semelhantes à tristeza e outros sentimentos, muitas vezes causam certa confusão.

A psicóloga Thais Santos, ao explicar a depressão, define da seguinte forma: “Para entender a depressão, a primeira coisa que precisamos entender é que o ser humano é um ser vulnerável, quando entendemos que somos vulneráveis fica mais fácil de entender os processos e sintomas”. Ela compara o transtorno a um gato, o animal que chega aos poucos e vai se instalando, como a depressão que chega de forma silenciosa.

A depressão é um transtorno comum, mas que interfere na vida e bem-estar, na capacidade de trabalhar, dormir, estudar, comer e aproveitar a vida. É causada por uma combinação de fatores genéticos, biológicos, ambientais e psicológicos. (OPAS)

Para entender melhor, assista ao vídeo de Andrew Solomon, autor do livro “O Demônio do Meio-Dia” uma anatomia da depressão:

O episódio 75 do podcast Mamilos também explica a definição da depressão de uma forma completa, informativa e sem preconceitos:

DADOS SOBRE A DEPRESSÃO

A depressão é um transtorno mental comum que afeta mais de 264 milhões de pessoas em todo o mundo. Cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio a cada ano – sendo essa a segunda principal causa de morte entre pessoas com idade entre 15 e 29 anos.

Estima-se que 76–85% das pessoas que sofrem de transtornos mentais não têm acesso ao tratamento de que precisam.

O Brasil é o país com mais pessoas com depressão nas Américas, cerca de 11 milhões e meio de pessoas sofrem do transtorno. Além disso, este país também lidera os casos de depressão durante a pandemia da covid-19. E, em Portugal, uma média de 8,5% da população sofre de depressão.